quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

BRASO LISBOA E A LINHA 674

Esta linha da Empresa de Transportes Braso Lisboa está extinta há anos, mas vale ser discutida aqui.

Trata-se da linha 674, que surgiu como Caju / Triagem e depois ampliou seu percurso para o Jacaré. Era muito estranho a linha não seguir logo para o Méier, cuja ligação para o Caju é precária (depende dos ônibus que passam pela Av. Brasil, obrigando os usuários a andarem umas léguas). Além disso, o pessoal de Bonsucesso, Penha e Jardim América tem linha para o Caju, por que não os moradores do Méier?

Mas a linha 674 foi extinta, lá pelos idos dos anos 90, e chegou-se a criar um "alter ego" com o código 610, chamado Lgo. da Cancela / Morro do Tuiuti, que servia mais para ligar a área do Vasco da Gama, dentro dos arredores de São Cristóvão, à Quinta da Boa Vista. Com isso, a linha também foi extinta.

Nessa época a Braso Lisboa era meio que acanhada em entrar no Méier. Mas hoje ela mergulhou de cabeça no bairro, adquirindo a 274 (antiga Castelo / Maria da Graça, atual Méier / Tiradentes) da Vila Real e mudando o itinerário da mesma, além de transformar a 475 Jacaré / Leblon na 476 Méier / Leblon e criar uma variante da tradicional 474 Jacaré / Jardim de Alah passando por Maria da Graça e parando no Méier, depois reduzida pela Prefeitura para o Leme, na Zona Sul, sob o código 475. Não seria hora da BL também reativar a 674, desta vez encarando com gosto as ruas do Méier?



Um comentário: